sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

O VEREADOR MAIKON FLANNCKYN CORREIA É ELEITO O PRESIDENTE PARA O BIÊNIO 2019/2020 DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO

Hoje foi realizada na Câmara de Vereadores a eleição para Presidência para o biênio 2019/2020.onde  foi eleito Presidente o vereador Mairkon Correia, Manoel da Geladeira Vice Presidente, Heleno da Doutora Albertina 1°Secretário e Joseneuda Assis 2°Secretária. Maikon Correia, um jovem vereador que vem em seu segundo mandato trabalhando pela cidade de São João, como sempre visando o crescimento do município, sempre atuante na área da saúde, educação segurança e desenvolvimento social e cultural, podemos destacar pleno apoio a projeto que busca conseguir o primeiro emprego para os jovens dessa cidade.
Em um tempo onde os politico brasileiros perdem a credibilidade,o vereador Maycon Correia vem sendo um destaque pelo seu modo de atuar na politica do agreste meridional, revelando-se um nome no cenário politico da cidade de São João com competência politica para dar altos voos rumo ao futuro promissor nesse tão concorrido meio.
Mostrando sua simplicidade e reconhecimento ao apoio popular, o mesmo agradeceu a Deus  a  família,eleitores, amigos e Vereadores pela eleição que confiou o voto sem os quais não poderia estar vivenciando esse momento.
Não podemos esquecer que essa vitoria politica também tem como referencia o seu pai Cicero de freixeira como é conhecido popularmente, que foi vereador por dois mandatos sendo assim um fiel escudeiro na vida politica desse ilustre e jovem legislador .







quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Arcoverde lança convite para cadastro das expressões artísticas e culturais do território

Com o objetivo de mapear os coletivos, grupos, expressões artísticas e culturais do território de Arcoverde, a secretaria de Cultura e Comunicação lança convite as fazedoras e os fazedores de cultura para se cadastrarem até o dia 30 de setembro de 2017.
Para isso, basta preencher o formulário, que se encontra no site da prefeitura (www.arcoverde.pe.gov.br) ou realizar o cadastro presencial na sede da secretaria, localizada na Rua Germano Magalhães, 84, Centro, das 8h às 12h e das 14h às 16h.
 “Com a efetividade na ação da política pública cultural, se faz necessário o levantamento desse acervo. Precisamos conhecer e catalogar nosso patrimônio. Esse é o primeiro passo, que deverá ser seguido de outros mecanismos de buscas até a conclusão.”, explicou a Secretária de Cultura e Comunicação, Teresa Padilha.
Mais informações na Secretaria de Cultura e Comunicação pelo telefone: 38212263
Arte: Robson Lima

Servidores já podem agendar perícia para Caruaru e Petrolina

Os servidores públicos do interior do Estado já podem agendar suas perícias para atendimento, além da unidade Recife (sede do IRH), nas agências do Sassepe de Caruaru, no Agreste, e de Petrolina, no Sertão. A agenda para marcação online já está disponível através do site www.irhspm.pe.gov.br. “A reestruturação do Serviço de Perícias Médicas do Estado, com a retomada das atividades voltadas para os servidores públicos no interior, é mais uma meta atingida na atual gestão do IRH que ratifica o compromisso do Governo de Pernambuco com o bem-estar de seus colaboradores”, afirma o presidente do Instituto de Recursos Humanos, André Longo.

Para agendar a perícia é simples. Após acessar o site, o servidor deve fazer seu login digitando o número do seu CPF e a senha do sistema de contracheques. Ao entrar no sistema, ele deve clicar no menu Agendamento (no canto superior esquerdo) e em seguida clicar no botão verde “Novo Agendamento”. O próximo passo é selecionar a Tipologia (tipo de perícia) e preencher a tela com os dados solicitados. Por fim, o servidor deve clicar no botão verde “Confirmar” para concluir o agendamento. No site do IRH (www.irh.pe.gov.br/web/irh/pericias) está disponível a relação de documentos necessários para apresentar no dia da perícia.

Inaugurado em 18 de janeiro deste ano, o Sistema de Perícias Médicas (SPM) disponibilizou os diversos tipos de procedimentos médicos periciais, tais como aposentadoria por invalidez, licença maternidade, readaptação/remanejamento e remoção, isenção de Imposto de Renda, entre outros. Com a implantação do sistema, o servidor ganhou mais agilidade e comodidade na hora de agendar a perícia.

No ano passado, 600 servidores de diferentes órgãos e secretarias do Governo de Pernambuco foram capacitados como multiplicadores de conhecimento sobre o sistema, que foi desenvolvido em plataforma web e permite à presidência do IRH e à gerência de Perícias Médicas o acompanhamento e controle das ações gerenciais. 

SELEÇÃO - No último mês de abril, o IRH divulgou o resultado da seleção pública simplificada para o Serviço de Perícias Médicas e Segurança do Trabalho. Ao todo, foram contratados 22 médicos peritos (15 para Recife, quatro para Caruaru e três para Petrolina), três engenheiros do trabalho (todos para Recife) e três técnicos em segurança do trabalho (todos para Recife).

Todos esses profissionais estão sendo submetidos a um curso de capacitação para o exercício das atividades. “O objetivo é discutir a atividade médico-pericial para nos qualificarmos cada vez mais para atender melhor ao servidor”, explica a gerente de Perícias Médicas do IRH, Helena Carneiro Leão. O primeiro módulo da capacitação foi realizado no último dia 2 de agosto no auditório do IRH. Ao todo, serão dois encontros por mês.

Paulo Câmara e ministro Helder Barbalho acertam liberação de recursos para a Adutora do Agreste


O governador Paulo Câmara esteve hoje (23.08) com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, mostrando o avanço da Adutora do Agreste, que poderá ser inaugurada em dezembro deste ano, caso não haja interrupção dos desembolsos.

Paulo também tratou sobre a liberação da emenda da bancada pernambucana ao Orçamento Geral da União (OGU), no valor de R$ 164 milhões, para as obras da Adutora. A promessa de liberação desses recursos foi feita pelo ministro, em reunião com os parlamentares, no último mês de abril. Helder assegurou a liberação de R$ 11 milhões do orçamento do próprio Ministério, nos próximos dias, e lutará para desbloquear mais R$ 40,5 milhões no mês de setembro.

"A Adutora do Agreste é a principal obra hídrica de Pernambuco, pois atende a região com o maior déficit no fornecimento de água do Estado. É fundamental que não haja contingenciamento de recursos, pois a obra está com ritmo acelerado e é fundamental  para levar água do Rio São Francisco para várias cidades do Agreste e do Sertão",  explicou o governador.

Participaram da audiência o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; o secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni; o deputado federal Fernando Monteiro; o presidente da Compesa, Roberto Tavares; o secretário nacional de Infraestrutura Hídrica, Antônio de Pádua; e o secretário nacional da Defesa Civil, coronel Renato Newton Ramlow.

Além da Adutora do Agreste, o Governador solicitou o empenho da Integração Nacional para liberação dos recursos para diversos municípios do Estado, cujos projetos foram apresentados pela Compesa e aprovados pela Defesa Civil Nacional, a exemplo de Custódia, Caetés e Capoeiras. Também mostrou a necessidade do DNOCS iniciar, imediatamente, a conexão da Adutora do Pajeú com a Cidade de Triunfo.

Paulo Câmara convidou Helder Barbalho para ir a Pernambuco em três agendas: Na Mata Sul, atingida pela enchente este ano, para assinar o convênio de aplicação de geomantas; na Mata Norte, para inaugurar a interligação do Sistema Sirijí com o Sistema Jucazinho; e, no Sertão, para visitar as obras das adutoras do Moxotó e do Agreste.

Com PPI, população terá serviços melhores e mais empregos, dizem ministros

walter Campanato/Agência BrasilMinistros detalharam a entrada de novos empreendimentos no PPI
Ministros detalharam a entrada de novos empreendimentos no PPI
Geração de empregos, melhores serviços para a população, aumento da qualidade na infraestrutura e um País mais competitivo economicamente. Esses são quatro  consequências diretas da entrada de 57 projetos no Programa de Parcerias de Investimento (PPI) do governo federal.
“Temos aí um conjunto de alternativas para cumprir dois objetivos: o primeiro é a geração de emprego e renda, para que nós possamos enfrentar e derrotar esta herança terrível que recebemos”, disse o ministro da Secretaria-Geral da Presidência e responsável pelo PPI, Moreira Franco.
Nessa nova fase, o governo federal anunciou a entrada no programa de parcerias de aeroportos, 11 lotes de linhas de transmissão, terminais portuários, rodovias e parte da Eletrobras e outras estatais. A expectativa é de que a desestatização gere receitas na casa dos R$ 44 bilhões para a União.
Se gerar empregos é o primeiro objetivo, melhorar os serviços e a infraestrutura vem logo em seguida. “Melhorar a infraestrutura brasileira. Melhorar o custo Brasil, a competitividade do nosso País e gerar empregos, que é hoje o maior desafio do governo”, disse o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.
Moreira acredita que serviços melhores e mais eficientes deixarão os preços mais baixos para os consumidores. “A experiência obtida com as concessões de aeroportos e rodovias demonstram que esse caminho é um caminho que melhora a qualidade, baixa o custo e faz que o cidadão, o contribuinte, o poder público possam economizar dinheiro”, disse.
Já o titular dos Transportes projeta até em tarifas aéreas mais baratas com uma infraestrutura de mais qualidade. “São aeroportos maiores, melhores, que podem receber mais voos, com um projeto comercial arrojado que lhes garanta maior conforto, maior segurança, e ao final uma passagem, uma tarifa mais barata”, disse. 
Investimentos privados
Com previsibilidade, segurança jurídica e o cumprimento do cronograma estabelecido, investidores têm segurança de participar de projetos no País. Para Quintella, o PPI é “um sucesso absoluto”, a partir de uma modelagem “baseada na aritmética e não na ideologia”. “O público e o privado devem e precisam conviver em harmonia”, afirmou.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

LUCAS RAMOS: “PERNAMBUCO NÃO VAI ACEITAR A VENDA DA CHESF”

A proposta do Governo Federal de privatizar a CHESF repercutiu na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O deputado estadual Lucas Ramos (PSB) foi o primeiro a utilizar a tribuna para se posicionar contra a venda dos ativos da companhia e alertou que a estatal não pode ser entregue à iniciativa privada para cobrir o déficit do setor energético.

“Vender um patrimônio dos brasileiros por R$ 20 bilhões para encobrir um déficit de R$ 59 bilhões que o sistema Eletrobrás acumula é uma prova da incapacidade do Governo Federal em gerir uma empresa do tamanho e importância da Eletrobrás e suas subsidiárias”, afirmou Lucas. “Mais uma vez o governo Temer se coloca de costas para o povo brasileiro e em uma decisão monocrática coloca à venda um dos maiores ativos do país”, cravou.

Em seu discurso, o parlamentar relembrou o posicionamento do ex-governador Miguel Arraes, que em um texto escrito no ano 2000 já alertava para o risco de privatização da companhia. “Há 17 anos, Arraes escreveu que não seria possível compatibilizar os interesses da iniciativa privada com os recursos oferecidos pelo rio São Francisco sem trazer prejuízos para a população e agora tomamos conhecimento de que um ministro, que é deputado federal eleito pelo PSB, foi porta voz do governo Temer para avisar que está à venda um patrimônio do povo brasileiro”, afirmou. “O governo impopular de Michel Temer, para pagar as contas da incapacidade de gerir o Brasil, busca a privatização para cobrir um rombo que será, infelizmente, mais uma vez repassado para o povo brasileiro. Todos os pernambucanos devem se colocar contra a venda da Chesf”, disse.

Lucas ressaltou que a discussão não pode ser partidarizada. “Existe um processo de esvaziamento da Chesf que persiste há anos, atravessando várias gestões. Em 2012, com a edição da Medida Provisória 579 pela ex-presidente Dilma Rousseff, a companhia sofreu um duro golpe financeiro numa tentativa desastrosa de baixar a tarifa aplicada ao consumidor. Agora, o governo Temer erra mais uma vez ao propor a venda de um ativo tão importante para o desenvolvimento nacional como é a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, desconhecendo o papel social que a estatal possui especialmente na região Nordeste”, finalizou o socialista.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

TAMANDARÉ E CARNEIROS OPÇÕES PARA O VERÃO.


As praias de Tamandaré e Carneiros são as mais desertas do litoral sul de Pernambuco. A característica, que já valeria a viagem, é incrementada ainda por belos cenários contornados por mar calmo e transparente, recifes que formam gigantescas piscinas naturais de águas quentes, areias brancas e coqueiros envergados típicos do Caribe.

48 horas em Calhetas & Carneiros (PE): Igrejinha à beira mar é cartão-postal! -
48 horas em Calhetas & Carneiros (PE): Igrejinha à beira mar é cartão-postal! - Foto: Fernanda Lisboa
Barracas de praia capricham no menu de atrações como passeios a cavalo e de jangada
Tamandaré é a sede do município, com áreas urbanizadas, casas de veraneio e barracas que recebem turistas nos finais de semana e na alta temporada. 

Já Carneiros, acessível por estrada (dez quilômetros, sendo cinco de terra) ou pela praia (cerca de 40 minutos de caminhada), é rústica na medida certa. São oito quilômetros de orla, o que evita tumulto mesmo na alta temporada.

Além das particularidades descritas acima, tem ainda um rio de águas verdes que se mistura com o mar na maré alta. E para fechar a paisagem bucólica com chave de ouro, uma igreja branquinha, dedicada a São Benedito, é cercada por coqueirais e ocupa lugar de destaque na areia.

Quem vai para Carneiros de carro só chega à praia através das estradinhas de terra que levam aos quiosques e restaurantes à beira-mar (chamados de apoio), sendo cobrado estacionamento ou consumação nas barracas. Para quem não quer gastar, a dica é deixar o carro na praia de Tamandaré e caminhar pela areia. 

Uma das novidades gastronômicas da região foi a chegada do restaurante Beijupirá. Famosa em Porto de Galinhas e Olinda, a casa capricha nas receitas que combinam peixes frescos e ingredientes locais como banana, caju, coco... As redes convidam a uma bela soneca depois do almoço. Também concorridos são o Bora Bora e o Arikindá. E para quem quer mais que sombra e água de coco fresca, a dica é curtir os passeios a cavalo, de stand up paddle, de caiaque e de jangada, além dos de catamarã e de lancha rumo às piscinas naturais. 

O tour que leva aos recifes dura uma hora e meia e faz outras três paradas: na praia de Guadalupe (onde rolam banhos de argila); no estuário, onde o mar encontra o Rio Formoso; e na Igreja de São Benedito. 

Partindo de Tamandaré, as rotas variam de acordo com as estações do ano. No verão, os mais procurados são os que seguem para Carneiros ou para a ilha do Coqueiro. O rio Formoso e as áreas de mangue fazem parte dos roteiros da baixa temporada.

O VEREADOR MAIKON FLANNCKYN CORREIA É ELEITO O PRESIDENTE PARA O BIÊNIO 2019/2020 DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO

Hoje foi realizada na Câmara de Vereadores a eleição para Presidência para o biênio 2019/2020.onde  foi eleito Presidente o vereador Mair...